sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

3.0 LINGUA PORTUGUESA - crase (pré-requisitos)





CRASE


PRÉ-REQUISITOS


a)      CRASE não é acento.
b)      O acento (`) denomina-se grave.
c)      CRASE é o fenômeno da contração da preposição “a” com, por exemplo, o artigo “a”.
d)      REGRA GERAL: haverá crase quando o termo antecedente exigir a preposição “a” e o termo consequente aceitar o artigo “a”.

OBSERVE:


preposição

artigo

Fomos à praia.
Fomos
A

A
praia.
Assistimos às festas.
Assistimos
A
AS
festas.
Se não houver a presença da preposição ou do artigo, não haverá crase.

preposição

artigo

Aqueles quadros cheiravam
A


mofo.
Os americanos visitaram

A
cidade.


MÉTODO PRÁTRICO
Trocar a palavra feminina por uma outra masculina. Se na frente da “AO(S)” é sinal de que o acento indicador da crase deve ser colocado.
Fomos à praia.
Assistimos às reuniões.
               AO porto.
                AOS jogos.
Mas, muito cuidado: há caos especiais, que estudaremos logo a seguir, em que este método não deverá ser utilizado.


ÀQUELE(S)
ÀQUELA(S)
ÀQUILO
A CRASE também poderá ser resultante da contração da preposição “a” com o “a” inicial dos pronomes demonstrativos AQUELE(S), AQUELA(S) ou AQUILO. (Condição: o verbo ou o nome devem exigir a preposição “a”.)
Exemplos:

·         Não irei a aquela festa.
                à
·         Refiro-me a aquilo.
                   à
·         Quanto a aquele problema, já o resolvi.
               à