domingo, 20 de janeiro de 2013

4.3 LÍNGUA PORTUGUESA (Regência Verbal-)





Regência Verbal

ASPIRAR
Pode ser:

a)      TRANSITIVO DIRETO no sentido de: “sorver”, “tragar”, “atrair (o ar) aos pulmões”, “pronunciar guturalrnente”:
Aspirei o perfume de seus cabelos.
                              OD
“Calixto  aspirou  o aroma das flores.”  C.C. Branco
“Há, máquinas que aspiram o pó do assoalho.” Mesquita de Carvalho
“Enquanto se aspiram as narcóticas exalações de um bom cigarro.” A. Garret
“Em  algumas línguas aspira-se o h.” C. Aurete

b)      TRANSITIVO INDIRETO (com preposição “A”) no sentido de “ambicionar”, “desejar ardentemente”:
Aspiravam a altos cargos.
                         OI
“O orador aspirava à notoriedade.” Carlos de Laet
“Não penso que ele aspirasse a algum legado.” M. Assis
“Aspira a elevar-se.” C.C. Branco
“De que serve, pois, à liberdade?” Rachel de Queiroz
Observação:
Nesta acepção, o verbo “aspirar” recusa a forma pronominal LHE(S), só aceitando A ELE(S), A ELA(S):

Aspiro ao título.
                   OI
Aspiro a ele.
               OI

RESUMO
ASPIRAR
VTD
VTI(A)
= “cheirar”, “sorver”...
= “ambicionar”








VISAR
Pode ser:

a)      TRANSITIVO DIRETO no sentido de: “dirigir o olhar para”, “apontar arma contra”:
Visei o alvo.
              OD
Visava um pardal.
Visaram o seu olho.
“Engatilhava a pistola, visando com olhos convulsivos e escarlates o peito do preso.” C.C. Branco
b)      TRANSITIVO DIRETO no sentido de: “pôr o visto em”:
Visei o documento.
                    OD
As autoridades visaram o passaporte.
O cheque que visou era falso.

c)       TRANSITIVO INDIRETO (com preposição “A”) no sentido de “ambicionar”, “pretender”:
Visei ao bem da comunidade.
                         OI
Eis o progresso a que o governo visa.
 “E é de opinião que os conspiradores presos visavam provavelmente a estabelecer a internacional socialista.” C.C. Branco


RESUMO
VISAR
VTD
VTI(A)
= “apontar”, “pôr o visto”.
= “ambicionar”