domingo, 2 de dezembro de 2012

Artigo (O infinito amor de Deus)




“Deus amou o mundo de TAL MANEIRA que deu o seu único filho, para morrer em nosso lugar.” Expressão encontrada na Bíblia, no livro de João capítulo 3, versículo 16, cuja mensagem principal é falar do grande amor de Deus para com a humanidade perdida em seus pecados. Como pode homem se livrar de suas culpas?
O que é culpa? Resposta escolhida foi da http://pt.wikipedia.org: Culpa se refere à responsabilidade dada à pessoa por um ato que provocou prejuízo material, moral ou espiritual a si mesma ou a outrem. O processo de identificação e atribuição de culpa pode se dar no plano subjetivo, intersubjetivo e objetivo.
No sentido subjetivo, a culpa é um sentimento que se apresenta à consciência quando o sujeito avalia seus atos de forma negativa, sentindo-se responsável por falhas, erros e imperfeições. O processo pelo qual se dá essa avaliação é estudado pela Ética e pela Psicologia.
No sentido objetivo, ou intersubjetivo, a culpa é um atributo que um grupo aplica a um indivíduo, ao avaliar os seus atos, quando esses atos resultaram em prejuízo a outros ou a todos. O processo pelo qual se atribui a culpa a um indivíduo é discutido pela Ética, pela Sociologia e pelo Direito.
Um mal que entra na alma e a corrói provocando várias perturbações: depressão, pânico, pressão arterial, descontrole do sistema endócrino e câncer. Todo corpo fica sem orientação do sistema nervoso central, o sentimento completamente abalado e dia após dia agressivo. Idas constantes aos médicos não são capazes de resolver esse problema, pois está localizado onde remédio algum pode resolver.
A preocupação de Deus com a humanidade o levou a preparar um projeto de salvação, livrando o homem dele mesmo, uma vez que o mesmo é incapaz de se livrar deste sentimento de culpa. Em um gesto de amor, de entendimento inacessível, entregou o seu único filho para morrer em nosso lugar, levando com ele todas as nossas enfermidades. Mas ao terceiro dia Ele ressuscitou marcando assim a salvação de todo aquele que nele crer.
O Senhor Jesus Cristo é o filho único de Deus morto em morte de cruz, em forma de maldição, nos livrando da condenação do pecado e da morte. Na expressão encontrada na Bíblia, no livro de João capítulo 14, versículo 27,  O Senhor Jesus disse: deixo-vos a paz, a minha paz vos dou: não vo-la dou como o mundo a dá. Assim deixa claro o remédio para nossas almas: a paz verdadeira; essa paz não é passageira ela entra na nossa alma e a contagia, trazendo segurança, certeza de um futuro melhor, a fé.