sexta-feira, 16 de novembro de 2012

1.3 LÍNGUA PORTUGUESA - ORTOGRAFIA (acentuação gráfica)




ACENTUAÇÃO GRÁFICA
PARÓXITONAS
É acentuado o paroxítono terminado em:
Ã(s) ---------------:ímãs, órfãs.
ÃO(s) -------------:órgão, órfãos.
I(s) ----------------:júri, lápis.
ON(s) -------------:nêutron, elétrons.
US -----------------:virus, bônus.
UM ----------------:álbum, médium.
UNS ---------------:álbuns, médiuns.
L -------------------:nível, afável.
N -------------------:hífen, cânon.
R -------------------:açúcar, repórter.
X -------------------: tórax, fênix.
PS ------------------:bíceps, fórceps.
DITONGO --------:crânio, lírios.

De acordo com o DECRETO Nº 6.583, de 29 de setembro de 2008 que promulga o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, assinado em Lisboa, em 16 de dezembro de 1990.
“Muito poucas palavras deste tipo, com as vogais tónicas/tônicas grafadas e e o em fim de sílaba, seguidas das consoantes nasais grafadas m e n, apresentam oscilação de timbre nas pronúncias cultas da língua e, por conseguinte, também de acento gráfico (agudo ou circunflexo): sêmen, xênon, fémur e fêmur, vémer e vômer; Fénix e Fênix, ónix e ônix.”
“Muito poucas paroxítonas deste tipo, com as vogais tónicas/tônicas grafadas e e o em fim de sílaba, seguidas das consoantes nasais grafadas m e n, apresentam oscilação de timbre nas pronúncias cultas da língua, o qual é assinalado com acento agudo, se aberto, ou circunflexo, se fechado: pónei e pônei; gónis e gônis, pénis e pênis, ténis e tênis; bónus e bônus, ónus e ônus, tónus e tônus, Vénus e Vênus.”