sexta-feira, 21 de setembro de 2012

O sobrenatural





Vejo uma luz que cura e alimenta,
Ela me faz ver a verdade da humanidade;
Essa luz me vem de forma violenta
E me mostra a dificuldade  da sociedade.

No primeiro foco me trouxe uma história:
Sobre um homem, Mestre e Senhor,
Resolveu que no mar melhor ensinaria
Aos seus discípulos como vencer o pavor.

O pavor prova da ausência da fé sobrenatural
Não poderia habitar no homem que o servia.
Assim caminhou sobre as ondas meio ao temporal,
O vento assobiava e estava escuro, nada se via.

Os discípulos apavorados e muito assombrados
Viram um homem andando sobre as ondas do mar;
Não o reconheceram, pois estavam descontrolados
E a fé e a dedicação começam assim a naufragar.

Pedro uma esperança da seleção faz um desafio:
Se for o meu Mestre mande que eu vá até ai.
Autoriza então o Senhor ao ver um discípulo corajoso,
Porém no meio do mar sem fé Pedro cai.

Os ventos, as fortes ondas e a surpresa afundam-no,
Não consegue acreditar que está em pé sobre o mar,
Apesar de confirmar ser o Mestre, no milagre fica atônito.
Não conseguiu digerir a experiência que teria de carregar.

As oportunidades são únicas, seja na fé, seja no amor.
O amor só é vitorioso com o tempero da esperança;
Não há família construída sem um grande vencedor
E não há vencedor sem ter no amor uma forte aliança.

Jesus e os discípulos eram uma família
Ligados pelo amor de Deus, para um grande projeto
Jesus treinava com o desafio e os exemplos de vitórias.
O poder de vencer o impossível foi dado aos discípulos.

Mas Pedro não conseguiu manter-se por muito tempo
E a água começou a engoli-lo com grande autoridade.
Jesus ouviu o clamor e perdoou a  fraqueza e o medo,
Ensinando a Pedro que a sua fé não tinha maturidade.