domingo, 15 de julho de 2012

A felicidade dos enganados




Eu quero viver como aprendiz eternamente
E ter a certeza da paz, do prazer, da tranquilidade
De que nunca vão me magoar tratando-me com ciúmes.
Não irão assustar o meu grupo, porque vive inocente.

Entretanto, o líder e sua cúpula vivem com preocupações,
Que nascem a cada reunião: qual é a melhor pauta?
O projeto a ser aprovado deverá centrar as atenções
E isso não é bom para conservar uma liderança em alta.

O líder precisa ser o melhor, o forte, o inteligente, o intrépido,
Muitas vezes arrogantes, o que é detalhe importante no líder
Não perceptível, pois se confunde com a sua autoridade
E autoridade é a virtude mais procurada para guiar os indecisos.

Para escolher a sua uma diretoria necessita da sabedoria.  
Assim, devem-se estudar as pessoas e separar os inteligentes,
Para que não assumam atividades importantes e influentes.
Desta forma, salve a melhor escolha! Pessoas doces e ingênuas!

Para os que gostam de poder a felicidade está na ignorância
De um grupo ou de um povo e assim garantir o controle do lucro,
Mantendo seu reinado: na igreja, nas empresas e na democracia,
Assim, acima de tudo se declara um Deus ou um ditador.

A felicidade desse gênero chamado líder está em dominar
As massas e criar o nepotismo sem interrupção de um legislador,
O tipo de individuo inteligente, que quebrou todo esquema
Criado com muita cautela; assim o aprendiz vive o seu amor...

Não sabem estes homens materialistas, que o bom da vida
É viver sem culpa, com a felicidade de comer do seu fruto,
O fruto do seu trabalho, ter seu barraco, pode até ser sua casa!
Entretanto, o melhor de tudo é ver vindo, alegremente, o seus filhos.

Quanto a Igreja, adorar a Deus sem reservas e só ver ali a igualdade.
Quanto a liturgia: os louvores, as pregações, os testemunhos e o amor;
São sem reservas e verdadeiros, pois para o aprendiz só existe honestidade.
Crer, cegamente, no seu coração, que Jesus Cristo deu vida e paz e eternidade.

Que fiquem os orgulhosos, que fiquem suas lideranças e seus poderes,
Que fiquem seus controles e seus status, fique lá com suas mansões;
Dominem o que quiserem: igreja, estados, cidades e quarteirões.
O que eu quero, também, como aprendiz, é ter DEUS com seus prazeres.