quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Um milagre em minha vida.

     

   Assim começa o milagre de Jesus em minha vida. Eu, minha esposa e minha filha fomos transferidos para a cidade de Corumbá em Mato Grosso do Sul, ao chegar nessa cidade minha esposa começou um tratamento para engravidar, pois decidimos dar um irmão para Rebeka, nossa filha. Entretanto, durante esta trajetória médica o ginecologista encontrou um folículo, o qual crescia diariamente e não se rompia. Todavia o médico responsável pelos exames insistia em ser normal por estar o folículo se preparando para liberar o óvulo. Mas, nada de sair o tão esperado óvulo. E, assim, crescia em forma de um círculo negro e nada de rompimento. Concomitantemente, minha esposa se queixava para todos detentores da ciência medicinal de que sentia muita dor e que estas a faziam se contorcer e, também, esta dor alojada em seu corpo já existia há muito tempo, antes mesmo do surgimento do descoberto folículo. Entretanto, mesmo diante desse quadro o diagnóstico dos ginecologistas repetia-se, dizendo: “nada que a senhora deva se preocupar, é natural às mulheres durante a menstruação", e, Convulsos receitavam como medicamento o remédio “ buscopan”. O mais irônico nesse caso é que o médico considerado por todos como o melhor ginecologista da cidade e, sendo  admirado pela maioria das mulheres da região, também nada encontrou, mesmo usando os seus aparelhos de última geração. Após vários exames, depois de gastar muito dinheiro, ainda permanecia o cisto e as dores.
    Carregando o sofrimento por anos, minha esposa com as dores eu com as angustias, e, pior agravando-se ainda mais nos últimos meses do ano de 2002. Conduzido por Deus, como num impulso, levei-a a um clínico-geral, este,ainda novo na profissão, deu o diagnóstico com exatidão: endometriose. Encaminhou minha esposa para fazer  o exame de ultra-sonografia, que foi realizado pela ginecologista, uma Capitã-de-Fragata, do Hospital da Marinha em Ladário, confirmando o diagnóstico. O maravilhoso está em que conheci o referido Clínico por acaso, e que a partir dali o Espírito de Deus operou em meu coração revelando-me ser aquele o caminho. E assim começa a marcha triste, porém vitoriosa, cheia de provas, com mensagens realista, mas com as artimanhas de satanás, trazendo dores na alma e buscando tirar a esperança. Essa última fase foi marcada pela ação e opinião profissional de um médico, já passado em anos, cuja experiência era indiscutível.
     A cirurgia era a única saída para o momento, a probabilidade de tirar apenas o ovário afetado era pequeníssima. Só se falava em tirar os dois óvulos, e provavelmente também o útero. Assim o desejo de mais um filho, estaria totalmente terminado.
    A visita do Senhor Jesus. Em constante oração e crendo sempre nas promessas de Deus nunca deixei de acreditar na solução milagrosa do Senhor.
     Em uma maravilhosa noite de sono, faltando um dia para a operação, o Rei dos Reis me mostrou através de uma visão: um homem vestido de médico, alto e branco como o médico que iria realizar a cirurgia, nesta eu era chamado para receber o resultado das minhas orações, onde "ELE" me mostrou através de um aparelho, lembrando uma televisão, mais propriamente dito um monitor de computador. Neste, vi um ovário sadio, bonito em aparência, com o carimbo de aprovado, e do outro lado estava o ovário com um sinal - imagem lembrando um enorme "X" de cor vermelha sobre o mesmo - que significava a reprovação, a fim de que fosse retirado. Logo, entendi que o Senhor da Vida estava falando sobre a cirurgia de minha esposa e que ela passaria por esta cirurgia sem risco, retirando apenas uma ovário, o órgão enfermo, permitindo-a (minha esposa) o direito ser mãe.
    A luta não foi fácil e satanás não está brincando de inimigo, ele é o inimigo. Mesmo após a cirurgia era previsto uma série de tratamento com injeções caríssimas, tendo de viajar a cada mês para a Capital-MS, Campo Grande, distante de Corumbá 8 horas de ônibus, aproximadamente 470 km. Após ter feito tudo o que devia e mais um pouco, ainda assim a enfermidade não cedia.
    A decisão médica. Diante do quadro de evolução da endometriose, começou o trabalho de preparação psicológica da minha esposa, para aceitar a retirada do útero e ovário. Mas, conhecendo a Deus através da Bíblia e sua manifestação em minha vida, e tendo ouvido a promessa de Deus sobre o caso em pauta, não aceitei a decisão médica. Disse a minha esposa: o nosso Deus é o Senhor Proverá, Ele é o nosso Médico, pois é o Médico dos médicos.
    O Culto da Vitória. No ano de 2005, casualmente, fiquei responsável pelo culto da vitória, todas quintas-feiras, no Templo Sede da Igreja Assembleia de Deus de Corumbá, com a autoridade de dirigente, abri a primeira campanha: Mc 16:16-20 “O crente expulsa demônios e cura enfermos” e apregoei três quinta-feiras de jejum. Na segunda campanha trabalhei com Dt 28:1-14 “as promessas de Deus”. Durante esta segunda campanha o Espírito de Deus trouxe a Corumbá, para ser o pregador de uma de nossas festividades, um Pastor de São Paulo, cujo nome não me lembro. Mas, sei que o Espírito Santo o usou e ínterim de sua mensagem profetizou: "que dentro de um ano receberia a benção e mandou que anotasse a data". Prontamente anotei na minha Bíblia a data de 20-08-2005 (dia da profecia) e em 18-06-2006 minha esposa estava grávida e assim foi confirmado pelos médicos.           Estes médicos ficaram atônitos, em especial o médico que fez a cirurgia, o tratamento com drogas específicas pós cirurgia, e que logo após perceber o avanço da endometriose declarou ser necessário outra cirurgia, para retirada do útero e o ovário. Olhou o resultado do exame comprobatório da gravidez diversas vezes, chamou outras pessoas para testemunhar, e não só falando, mas também escrevendo no documento de exame: “é um milagre!” Isso só Deus pode fazer!
    Meus irmãos em Cristo Jesus, companheiros de fé, e meu amigo que está lendo este relatório da fé, foi a boca de homens ateus, e não de crentes, a certificação do milagre.
    A irmã Cristiane, minha esposa, iria perder o útero. Mas, Deus deu um filho, um menino,  no lugar dessa humilhação. A fé, quando direcionada no Deus de Abraão, Isaque e Israel, nunca deixará de ser atendida.
    O maravilhoso é que para ser considerada a cura da doença teria que acontecer uma gravidez, é o que ensina a medicina,  e o nosso Deus assim o fez.
   Não duvide nunca da ação milagrosa de Deus, espere o tempo que tiver de esperar. Esperei sete anos de dores, mas veio a vitória.
    Tenha fé, você vencerá também.

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Vida de Leão (Conto infantil)


O leão faminto anda pela floresta, lentamente, pata após pata, seus músculos rígidos mostram a sua força, sua juba balança, ora com o vento, ora pelo balançar de sua cabeça, ora pelo bater do vento. Então sua boca se abre mais e mais e assim se percebem suas enormes presas e a dimensão da boca. Logo a seguir sai um som fortíssimo e faz estremecer tudo em sua volta. O seu urro a deixar clara a sua majestade. Em outra parte da floresta estava um simples e humilde coelho, feliz com sua alimentação em fartura, pois não precisava correr atrás de sua alimentação. Mas, isso não o deixava mais lerdo ou sequer menos inteligente que os outros animais, pelo contrário o coelho é um animal muito esperto e ágil. Porém aquela tarde feliz estava para se tornar em um terrível pesadelo, pois se aproximava do local o rei da selva.Em determinado momento, a natureza apresentará um quadro maravilhoso. Digno de contemplação, uma aula exposta sobre mundo animal, porém terrível e muito triste. O leão abençoado pelo vento percebe a presença de seu almoço e imediatamente ocorrem várias mudanças no intimo do rei, seus instintos o transforma num animal cruel, impiedoso. Começa a andar de forma mais lenta e rasteira, com os olhos, brilhando, fitos no coelho, vai chegando cada vez mais perto... O coelho não pode sentir sua presença. Tem que ficar alheio a tudo, distraído com sua felicidade simplória!Um galho, apenas um galho seco, esse galho! Mais que galho!!! Um galho salvador! Um galho traidor! O leão não viu esse galho. Tão seco, tão pequeno, porém barulhento, delator, fofoqueiro, intrometido. Foi isso sim, que pensou o leão. Pois por causa desse galho o coelho teve chance de defesa. E, começou a correria. Corre daqui, corre de lá, pula aqui, pula acolá, se estica daqui, se estica de lá. O coelho estava com o coração na mão. Suava e tremia, mas não desistia de viver. Meu Deus, será que eu não vou escapar desse leão... De repente os olhos do coelho mostram a salvação: um buraco, um pequeno buraco, sim um buraco, mais é a minha casa, poxa!!! Então com um maestroso pulo entra na sua casa, porém o leão chega bem perto, mais pertinho mesmo, chega sentir o cheiro... Mas não come.O leão desolado pára e pensa. Um pensar que dá inveja. Ele se vê e se julga. Então resmunga: se eu fosse um coelho, agora estaria dando pulo de alegria, estaria fazendo digestão e se preparando para outra alimentação, deitado daria graças a Deus e dormiria o sono dos inocentes. Que me adianta a ostentação! Ter tudo e todos me temerem. Que me adianta ser rei se não posso ter a vida de um coelho!

A salvação presente

A salvação presente
Jesus Cristo o Deus encarnado,
Jesus Cristo o homem destinado,
O destino de sofrer em nosso lugar
E de, na cruz, nosso pecado pregar.
Jesus Cristo o filho único de Deus,
Jesus Cristo a cura que Deus nos deu.
A cura de uma alma contaminada,
A cura de uma sociedade transviada.
Jesus Cristo é a verdade rejeitada,
Deus homem para nos compreender;
O caminho sem atalhos para nos atender.
Jesus Cristo, o ungido de Deus é o Salvador,
Que salvação deu ao homem sem a merecer
E assim viver eternamente com o Criador.

A verdade liberta

A verdade liberta
Na vida o caminho é a verdade.
Não existe uma melhor trajetória,
Que traga ao homem felicidade,
Nem tão pouco paz esta lhe traria.
Entender que a verdade liberta
É o melhor remédio para a mente.
O efeito medicamentoso desperta
A alma para cura paulatinamente.
Então não vai querer mais a liturgia
Da religião falsificada, para vantagens
A favor do grupo alvo de homenagens.
Com o coração leve e solto espargia
Felicidade, paz e amor para todas idades.
Por conhecer a verdade obteve liberdade.

A verdade liberta


A verdade liberta

Na vida o caminho é a verdade.

Não existe uma melhor trajetória,

Que traga ao homem felicidade,

Nem tão pouco paz esta lhe traria.

Entender que a verdade liberta

É o melhor remédio para a mente.

O efeito medicamentoso desperta

A alma para cura paulatinamente.

Então não vai querer mais a liturgia

Da religião falsificada, para vantagens

A favor do grupo alvo de homenagens.

Com o coração leve e solto espargia

Felicidade, paz e amor para todas idades.

Por conhecer a verdade obteve liberdade.

Como obter a vida eterna

Como obter a vida eterna
“Disse o jovem ao Senhor Jesus: Tudo isso tenho guardado desde a minha mocidade; que me falta ainda?” - Bíblia – Livro de S. Mateus, capítulo 19, versículo 20Geralmente uma pessoa pensa estar livre dos pecados por ser penitente, por cumprir os dogmas de sua religião. Como no caso do jovem em epígrafe, que respondeu ao Senhor Jesus Cristo: “eu tenho guardado todos os mandamentos ensinados pelos meus pais, o que me falta ainda?”. Primeiro observe a tradição ai presente como peça importante na manutenção do ensino da lei, o qual era realizado até a idade de treze anos quando os homens passavam à maior idade; esse conjunto de doutrina – a torá – aplicado pelos rabinos que eram responsáveis pela boa conduta religiosa e social, conforme o costume dos Israelitas. Entretanto toda essa estrutura não foi capaz de tirar-lhe o pecado e dar-lhe a vida eterna.Entretanto uma incógnita foi trazida à luz, o Senhor dos Senhores que é onisciente respondeu:: “muito bem jovem! Porém te falta uma coisa, vende tudo o que tem e dá ao pobre”. Vejamos: neste caso a obediência se deve a quem? A lei ou a Jesus? A lei estava ligada a tradição, apesar de ser santa, e Jesus a libertação de todo pecado – a vida eterna. Ora, o jovem cumpria a lei; por que deveria desfazer de seus bens? Teoricamente ele estava pronto para morar no céu e essa linha de interpretação é mantida ainda hoje por algumas religiões. Mas o Senhor Jesus disse: falta-te uma coisa.Talvez falte uma coisa também para o leitor. Neste momento deve pensar consigo mesmo: eu vou à igreja, ajudo aos pobres, dou o dizimo, oferto e sempre dou alguma ajuda a alguém, assim sendo pratico a caridade e cumpro desta forma as ordens do Senhor Jesus. Também não falto a ceia e os cultos. Por que me falta alguma coisa? Tudo o que foi mencionado neste parágrafo se entende “obras”, isso quer dizer: apenas ação, que qualquer homem de boa vontade pode realizar, e é preciso de uma ferramenta que saia do interior, do mais profundo, da alma: a fé. Referência: Gálatas 2:16.A dúvida não foi plantada por Jesus, ela já existia. Faltava apenas mostrar a sua existência. Haja visto que a caridade deve ser não aparente, nem tão pouco praticada sobre o que sobeja. Veja qual foi a ordem dada pelo Mestre dos Mestres: “vende tudo e dá aos pobres.” Ele não falou: “venda seus bens e dê alguma coisa para ajudar aos pobrezinhos”, e sim: “dá tudo aos pobres”, nem tão pouco mandou vender uma parte do que tinha. Uma ordem, uma condição, uma mensagem sobre o verdadeiro amor ao próximo, uma completa abnegação. O jovem precisava de FÉ, pois sem fé é impossível agradar a Deus. Referência: Hebreus 11:6.Os apóstolos colocaram em prática a abnegação e a fé, registrado em Atos 2:45; e 4:16, e assim nos conduz a importância do fato em pauta. Essa ganância, escondida em uma rígida prática religiosa, é uma das formas mais antigas de desvio de conduta na vida do homem. Apresentando dois aspectos: a ganância pela riqueza e a ganância pelo poder, um está atrelado ao outro. Decorrente dela ele se declara líder, diz ser homem de Deus, santo, dono da igreja, único a compreender a Bíblia, portador da verdadeira teologia, escolhido para receber revelações do Espírito de Deus e até se declara sumo sacerdote. Essa criatura expulsa a qualquer pessoa que tente corrigir seus ensinos corrompidos e corruptíveis. Referências: I Tm 4:1-4; 6:1-6; II Cor 11:13.O amor a riqueza e ao poder não é perceptível em uma personalidade como a grande maioria das pessoas pensa, ao estudar sobre o assunto. No texto Bíblico, alvo de nosso estudo, é fácil notar que o jovem não sabia ser um adorador da riqueza, bem como percebe-se não estar claro se ele era um grande líder. Entretanto está implícito o entendimento paralelo: ser muito rico e ter muitos servos. Conclui-se então ser ele um homem de muito poder e isso é muito agradável.O amor ao dinheiro mata a fé. No caso do jovem era necessário optar entre a vida de rico e a vida de fé; não uma vida de miséria como muitos preferem interpretar sem analisar o contexto onde nos mostra que não foi essa a proposta de Jesus e sim de uma vida com a porção de cada dia, como Ele mesmo ensinou em Mateus 10:29: “ Não se vendem dois passarinhos por um cetil? e nenhum deles cairá em terra sem a vontade de vosso Pai.”. Mas o problema daquele jovem não era a falta de entendimento e sim a falta de fé, por isso não conseguiu abrir mão de sua fortuna. Há ainda um outro exemplo de ganância registrado no livro de Atos, que foi a postura de Ananias e Safira. Eles perderam a fé e morreram por tentar enganar ao Espírito Santo, quando prestarem conta da venda de sua propriedade por um preço falso, a fim reterem parte do dinheiro. Referência: Atos 5 :1-5.O jovem saiu infeliz, incapaz de ter a vida eterna por não conseguir largar os prazeres desta vida. Estava diante do dono da vida eterna e o desprezou. Quantos nos dias de hoje também está sem força para dizer NÃO aos prazeres desta vida; pode não ser dinheiro, mas é o cigarro, a bebida, o sexo, a droga, os parentes, os amigos...O homem está preso a alguma coisa ou a alguém e para ficar livre tem que confessar a verdade. Uma vez uma professora de psicologia da educação falou-me que quando a pessoa quando descobre o seu problema interior e declara publicamente está perto da cura. A Bíblia no livro de Romanos, capítulo 10 e versículo 10 diz que a boca se faz confissão para salvação e no livro de 1 João 1:9 diz: “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça.”. Todos nós temos um pecado para confessar ao Senhor Jesus Cristo, não existe uma pessoa justa o suficiente para alcançar a vida eterna por mais caridade que faça, pois o jovem do nosso estudo também fez tudo o que a lei mandava e cumpria as tradições judaicas, mas perdeu a salvação.

Como ser puro

Como ser puro
Não acredito que alguém possa ser puro. Num mundo em que as informações contaminam e estão em toda parte, seja qual for o lugar e o momento; lá está ela toda globalizada cheia de distorções.O tempo de vida pura existe e dura cada vez menos, os recém-nascidos estão cada vez mais experientes...Acho que Deus fez isto para proteger as crianças. Criando este amadurecimento precoce dar asas para esses doces calouros. Asas que ajudarão guardar o coração virgem o maior tempo possível.O cristianismo leigo ou tendencioso insiste em afirmar em uma condição, que terá aquele que praticar a oração e jejum. Pois bem, que seja fácil assim... Mas, infelizmente não o é. O maior de todos os mestres, o Salvador, disse em um de seus ensinos: “Orai e vigiai”. Então não é só orar... Entende-se então: tem que haver uma atitude humana!Bom, a pureza nasce com o homem e se perde com seu entendimento. Então como obtê-la? Ai está o “X” da questão.Para encurtar esta prosa falarei dois pontos: 1) O Espírito de Cristo purifica o homem; e 2) Para acontecer o primeiro tem que nascer de novo. Sendo assim posso afirmar com base na Bíblia e experiência de vida cristã, que só através de milagre constante na vida do ser humano a pureza volta a existir na vida do mesmo, arrependendo-se todo dia e nascendo todo dia.Nada somos, nada temos e para lugar nenhum vamos sem a determinação do Deus de tudo e todos, que é vivo, onipresente, onisciente e onipotente. Apostolo Paulo disse: “seja o homem mentira e Deus verdadeiro”.

O Espírito da Verdade

O Espírito da Verdade
“ E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.” João 8:32Extrair da Escritura Sagrada a intenção de Deus ao definir e especificar o Seu Espírito como verdade em carne – “No princípio, era o verbo e o verbo estava com Deus, e o verbo era Deus” (João 1:1); “Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida.” (João 14:6) – para que ficasse claro: Ele nada tem haver com a mentira, com a mistura, com o engano, pois a verdade consiste em vida cristalina, ou seja, comportamental, caráter, viver transparentemente. Não há espaço para vida dupla, hipócrita, tendo um falar autêntico, sem dúvidas, sem temor, mesmo quando se descobri em erro com ele mesmo, com o próximo, ou com Deus tem coragem para olhar nos olhos e admitir a culpa e confessar que é réu de juízo.A verdade nos leva a lutar contra as injustiças, a não aceitar a parcialidade, a não acreditar que Deus nos abandonou, a não duvidar do seu chamado mesmo quando a perseguição injustificável lhe colocar em uma rua sem saída, ou ainda ter que viver em bando como um filho de belial, com em grupo de rebeldes, de um lugar para o outro, sempre fugindo para que não sejas morto pelo exército do rei, como no caso de Davi e Saul.Ter a verdade dentro de si é amar aquele que pretende sua destruição, deixar Deus julgar os méritos, mesmo que neste julgamento seja encontrado também em falta. Pois o que ama a verdade adora a Deus em qualquer condição, mesmo se for colocado no mais profundo do inferno, ali continuará adorando a Deus, sem contestar o julgamento, pois sabe que o Todo Poderoso, Juiz dos Juízes, Dono de Toda Justiça não se engana e sabe o que faz.A verdade nos adverte que no nosso íntimo existem discriminações raciais, sociais e religiosas, mesmo que com toda força de nossos pulmões falemos ou gritemos tentando convencer a todos que não é um racista e não faz nenhum tipo de discriminação. Ainda que, o comportamento diário nos mostre se verdade o que a boca fala, porém no fundo, no mais fundo, na profundidade onde nenhum mergulhador possa chegar, nem mesmo o próprio dono do coração consiga chegar, lá está a verdade da imundícia humana, da ilegalidade liberando suas irradiações maléficas sem ser percebida. Ai sim, veremos que temos que entender que o nosso coração ainda está muito longe de Deus, longe dos preceitos por Ele determinado e que é necessário buscar a perfeição, ou seja cancelar todo nosso lado carnal, buscar uma vida 100% espiritual.Há dificuldade em amar aqueles que discordam de nossa fé, que discordam dos nossos planos e projectos, que não nos bajulam. Há dificuldade de amar as prostitutas e homossexuais, amar os mais sórdidos do mundo do crime, amar os deficientes físicos os excluídos pela sociedade, pois o espírito de religiosidade não deixa, não permite o direito de escolha, os quais mesmo estando errado diante de Deus ganharam o direito do próprio Deus de escolherem os seus caminhos, pois o julgamento só cabe ao Senhor de Toda Justiça.Verdade, verdade é que também a sociedade tenta nos obrigar a declarar natural e correto, a concordar com os que vivem de forma não convencional e dissoluta. Todos devem respeitar a escolha das pessoas por mais horríveis que sejam, porém concordar e ter a mesma opinião é uma mentira é viver longe da verdade, é uma hipocrisia.A verdade é suprema e se veste de realeza, não se dobra, forte e destruidora de todos que se levantam contra ela. A verdade também cura, livra da depressão, liberta da loucura e te conduz ao amor Divino; dar-te-á a paz, um amor com gozo completo, sem engano, sem estigmas, sem paradoxos, livre dos velhos paradigmas. Viva o amor, viva a paz, pois ai está a verdade e louve para sempre e em todo momento o Criador da verdade, Ele que morreu e ressuscitou e é o nosso salvador, .Jesus o Cristo mestre e senhor.Escrito por: JAIR DE OLIVEIRA FILHO
Presbítero

Ações secretas de cada dia

Ações secretas de cada dia.
Fronteiras são construídas dentro do coração e obstáculos postos pela sociedade. Assim a razão foi mascarada pelo domínio da demagogia e a pureza ensinada por todo esquecimento moral da sociedade. Fizeram declarações sem definições, mesmo nos dias de hoje, e sem esclarecimento, falam da verdade, mas com fingida amizade. Porque assustados confessam alguma coisa do nada. Tudo pode ser, tudo é talvez e está de alguma forma no vazio, porém esse tudo se explica com o universo do nada, onde sua instrução conduz ao mais lindo fim da viagem estrelar rumo ao buraco negro.O mais fantástico está na igualdade das raças, que para fazer a seleção de novas estrelas busca-os nas ruas, nas empresas, na televisão e em todo território federal. Isto é maravilhoso! Todos são entrevistados e estudados, mas só os escolhidos brilham... Nesta farra da desigualdade até mesmo para usar fardas, seja como federal, estadual e municipal acontece discretamente o mesmo critério. Por quase todos os códigos secretos, companheiro dos atos secretos do senado, fazem o povo esquecer o pobre e o negro e ainda nos trazem o prazer ilusório dos bonitos discursos encabeçados pela poderosa mídia e confirmados pelos grandes órgãos culturais, que vestidos de defensores da igualdade social, as escolas, as universidades, com orgulho e peitos estufados afirmam: “tem que ter igualdade entre as raças'. Mas o que se vê é o brilho do nada, para essa grande população que só esmola espera.Vê-se a justiça feita com o regresso do corrupto, com o hiper-salário dos homens diante de uma pobreza esmagadora, a baixa remuneração das mulheres, a prisão dos pobres brancos que viraram negros, com a exclusão do afro-brasileiro explícita e implícita dependo do poder de quem a faz.Os eternos pobres e miseráveis negros, que recebem como carinho o comportamento social ao serem chamados de “mulatos”, “morenos”, “neguinhos”, ou “cidadão de cor”, e até pior: “negro de alma branca”. Mas o que sabemos na verdade não queremos saber: é melhor não colocá-los a vista do entendimento.Acorde! Sabe de uma coisa? Tem que ter perfil! Afinal o Brasil é um país de igualdade! Linda é a conclusão, mas tem fim sombrio. O ponto final arranjado pela esplêndida democracia, que com a CPI esclareceu, esclareceu, e esclareceu... Contudo não deu para dizer que a verdadeira culpada é a incógnita.Como é boa a sociedade brasileira! Com lindas amordaças nos enfeita e nos deixa respirar, para viver tudo o que precisa para fazê-la forte, feliz, e cheia de ostentação. Rica e saudável. Assim, não diga não para a aristocracia, não diga não para a monarquia, que agora está mais ampla, onde os nobres mudaram de “nome” e não diga não para esse lindo povo que entra e sai, parecem escolhidos por Adolph Hitler, com suas lindas peles, olhos tão lidos quanto o céu e o mar, cabelos majestosos, pois são membros do palácio real.Explosão e implosão, destruição e auto destruição, fome e sede, verdade e mentira, para que pensar? Toda mentira tornou-se verdade! Esses todos, todos esses, devemos generalizar? Onde a contradição, o polêmico, o questionador, o louco rotulado pela psiquiatria dominada pelos manipuladores. Em que lugar estão escondidos dentro deste mundo contraditório? Seja qual for o fim é festa para o esquecido e desprezado. Por isso, nada, nenhum, ninguém, por escassez ou incapaz ainda acredita que esse alguém transformado em ninguém, um dia será lembrado e respeitado, então verdadeiramente amado.